Introdução

Antes de entrarmos nos detalhes, é importante entender o propósito da Referência Residencial Brasileira para aplicação da metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida, com foco no desempenho ambiental da edificação como um todo, sendo:

  • Estabelecer um padrão de referência sob o qual todos os projetos são comparados e desta forma cada análise pode ser comparada entre elas (para o mesmo tipo de projeto, neste caso residencial).
  • Criar um ponto de partida, ou “média, prática de mercado atual” da qual serão medidas as melhorias de cada projeto.
Tipos e tamanhos das residências

Criar um modelo com a prática de mercado atual é complexo. As residências no Brasil estão divididas entre diversos tipos, desde casas até apartamentos. Esta é a mais recente atualização do IBGE 2020:

CasaApartamentoOutros
Proporção de Residências85,6%14,2%0,2%

A eTool criou um modelo para cada tipo de residência e alocou uma parcela de área proporcionalmente com o tamanho médio da residência no Brasil (75.88m2). Assim é possível ter um único modelo que representa todos os tipos e o tamanho médio da residência nacional.

Casa AlvenariaCasa MadeiraApartamentoUnidade
Distribuição proporcional Residência – 75.88m280,4%5,4%14,2%%
61.014.1010.77m2

Ocupação Média

A média de moradores mantém-se praticamente constante em relação a anos anteriores. No país, em cada domicílio moram, em média, 2,9 pessoas. Considerando um total de 62 milhões de residências.

Energia Operacional

Primeiramente, foi consultado o Balanço Energético Nacional 2020 ano base 2019 publicado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) – Ministério de Minas e Energia. O primeiro gráfico indica os tipos de energia por fonte. Relatório seguinte indica o percentual e quantidade de cada tipo de fonte de energia usado no setor residencial.

Tabela – Valor absoluto

Tabela – Valor percentual

Gráfico – Fonte de Energia – Geração Eletricidade

O consumo total de eletricidade foi de 545,6 TWh, com participação de 26,10% do setor residencial. O setor residencial foi responsável por consumir 142,401 GWh, cujo a energia elétrica total por residência é de 191 kWh / mês / residência. 

Comparando com o percentual do total de energia residencial anual, o uso médio de energia por residência por mês é detalhado na tabela abaixo.

Consumo residencial de energia – BEN 2020%tep (10e3)kWh
Eletricidade4612,261142,595,430,000
Lenha26.67,08082,340,400,000
GLP24.46,49975,583,370,000
Gás Natural1.54084,745,040,000
Carvão vegetal1.54074,733,410,000
Total10026,655309,997,650,000
Consumo residencial de energia%kWh/mês
Eletricidade46191.66
Lenha26.6110.67
GLP24.4101.59
Gás Natural1.56.38
Carvão vegetal1.56.36
Total100416.66

O relatório da Procel mostra o consumo de cada equipamento conforme seu uso.

As informações sobre consumo médio mensal por equipamento foi retirado deste artigo, e correlacionada com os dados do BEN 2020 para obter a distribuição do consumo de energia elétrica residencial, conforme tabela abaixo:

Uso final de eletricidadeQtde% de PopulaçãokWh/mês%
Ar condicionado123%29.615.49
Geladeira1100%25.213.18
Congelador115%7.13.73
Lâmpadas490%5.93.11
Chuveiro Elétrico185%61.232.00
Máquina de Lavar Roupas167%1.20.62
Televisão1155%19.310.09
Ferro Elétrico160%4.32.26
Eletrônicos (som, computadores, celulares, tablets, monitores)1185%10.65.53
Ventiladores185%14.97.79
Outros (micro-ondas, liquidificador, bombas água, standby, ferramentas)185%11.96.21
Total191.3100.0
Água potável e tratamento de águas residuais (esgoto)

Este estudo considerou o consumo de água potável de acordo com cada região e o mesmo para águas residuais para calcular a média Brasileira.

Considerando ocupação média de 2.9 moradores por residência: 

Consumo médio anual de água potável por residência = 164 kL, ou média de 154.9 litros por habitante por dia.

Por sua vez, ao distribuir água para garantir tal consumo, os sistemas sofrem perdas na distribuição, que na média nacional alcançam 38,5%. Consumo anual por residência considerando a perda = 63.13 kL.

Geração média anual de águas residuais por residência = 147.57 kL, considerando 90% do consumo referente ao uso de água para limpeza externa, irrigação do jardim e consumo de água para beber.

Consumo residencial de àguakL/ano
Chuveiro89.8
Sanitário26.3
Máquina de lavar14.0
Torneira Cozinha14.2
Torneira Banheiro12.7
Jardim4.8
Outros2.9
Total164.8
Desempenho ambiental quantificado através de Avaliação de Ciclo de Vida

Com posse dos dados que representam a referência residencial brasileira o desempenho ambiental foi calculado utilizando o software eToolLCD e a metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida, incluindo todos os estágios de ciclo de vida conforme a norma EN15978 (A-D).

Considerando ciclo de vida de 90 anos e o indicador de Potencial de Aquecimento Global (kg CO2e), o impacto por morador por ano 593,41 kg CO2e.

Nota-se que este desempenho é muito melhor do que países desenvolvidos mas é preciso interpretar os resultados considerando a realidade do Brasil:

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo o que também reflete a qualidade de moradia da média da população;
  • As residência são geralmente pequenas e abrigam várias pessoas (o que significa alta funcionalidade, mas neste caso é em excesso e prejudica a qualidade de moradia);
  • Baixo poder aquisitivo que resulta em baixo consumo de água e energia;
  • Matriz de eletricidade com alta contribuição de energia renovável (hidroelétrica);
  • Uso de lenha para cocção em várias regiões do país.

Para visualizar o relatório detalhado de Avaliação de Ciclo de Vida clique AQUI.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s